Skip to main content
Logótipo da Comissão Europeia
Representação em Portugal
Notícia6 agosto 2019Representação em Portugal

Lisboa está entre as 20 cidades beneficiadas por financiamento da Comissão Europeia

O Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) vai conceder 82 milhões de euros para financiar 20 projetos urbanos inovadores nas áreas de segurança, tecnologias digitais, ambiente e inclusão.

Cidade

Estes projetos foram propostos por cidades no âmbito do 4.º convite à apresentação de propostas para as Ações Urbanas Inovadoras, uma iniciativa levada a efeito pela região francesa de Hauts-de-France.

Em particular, as cidades do Pireu (Grécia), de Tampere (Finlândia) e de Turim (Itália) vão receber subvenções para projetos que visam proteger e reduzir a vulnerabilidade dos espaços públicos, em conformidade com o Plano de Ação de 2017 no âmbito da União da Segurança.

O financiamento da UE apoiará também soluções inovadoras na transição digital, na utilização responsável do solo urbano e na luta contra a pobreza em 17 outras cidades. Lisboa será contemplada na vertente digital com uma subvenção destinada a facilitar o retorno de informação por parte dos utilizadores no âmbito do sistema de mobilidade urbana.

Projectos vencedores em cada uma das quatro categorias:

• Segurança urbana: Pireu (Grécia), Tampere (Finlândia), Turim (Itália)
Exemplo: o Pireu vai criar um conselho local para a prevenção do crime, e estabelecerá um balcão único para as vítimas da criminalidade.

• Transição digital: Gavà (Espanha), Heerlen (Países Baixos), Lisboa (Portugal), Ravena (Itália), Rennes (França), Växjö (Suécia) e Viena (Áustria)
Exemplo: em Lisboa, a empresa VoxPop vai facilitar a apresentação de comentários dos utilizadores para melhorar o sistema de mobilidade da cidade.

• Utilização sustentável das terras, soluções com base na natureza: Baia Mare (Roménia), Breda (Países Baixos), Latina (Itália), Prato (Itália) e Plymouth (Reino Unido)
Exemplo: a ambição do projeto GreenQuays é recuperar 7 500 m² de área urbana em Breda e partilhar a sua tecnologia inovadora de regeneração de ecossistemas com outras cidades na Europa.

• Pobreza urbana: Bérgamo (Itália), Getafe (Espanha), Milão (Itália), Seraing (Bélgica) e Landshut (Alemanha)
Exemplo: em Landshut, o projeto «Home and Care» proporcionará serviços especiais de saúde e de acolhimento de crianças a famílias monoparentais.

O 5.º e último convite à apresentação de propostas no âmbito das Ações Urbanas Inovadoras será lançado em setembro de 2019. Esta será a última oportunidade no atual orçamento da UE (2014-2020) que as cidades terão para pedir o financiamento de ações inovadoras nos domínios da cultura e do património cultural, da economia circular, da qualidade do ar e da evolução demográfica. As cidades vencedoras serão anunciadas no segundo trimestre de 2020.

Ligações úteis:

Informação detalhada

Data de publicação
6 agosto 2019
Autor/Autora
Representação em Portugal