Skip to main content
Representação em Portugal logo
Representação em Portugal
Notícia3 dezembro 2021Representação em Portugal

Porto recebe menção especial no Prémio Cidade Acessível 2022 - Luxemburgo é cidade vencedora

Comboio

Para assinalar o Ano Europeu do Transporte Ferroviário, a Comissão atribuiu uma menção especial ao Porto, em Portugal, no Prémio Cidade Acessível de 2022, por ter melhorado a acessibilidade das estações ferroviárias.

O Prémio Cidade Acessível de 2022 foi atribuído à cidade do Luxemburgo. Um júri de peritos em matéria de acessibilidade premiou esta cidade pela vasta gama de soluções inovadoras aplicadas e pelos melhoramentos efetuados para se tornar mais acessível às pessoas com deficiência.

O Luxemburgo tem dado prioridade à acessibilidade e adotou o «design universal» para facilitar o acesso a todos, designadamente às pessoas com deficiência. Por toda a cidade circulam autocarros de piso rebaixado equipados com rampas e há anúncios visuais e sonoros nos autocarros e nas paragens de autocarro. A cidade consulta regularmente os moradores com deficiência, para se certificar de que a sua ação surte os efeitos desejados.

O galardão foi atribuído hoje na cerimónia de entrega do Prémio Cidade Acessível. Ao entregar ao Porto a sua menção especial, a comissária dos Transportes, Adina Vălean, declarou: «Queremos ver mais pessoas a utilizar os caminhos de ferro, pois são um dos meios de transporte mais ecológicos e mais seguros. Todas devem poder andar de comboio com facilidade. O Porto fez melhoramentos notáveis no seu sistema ferroviário e no sistema de metropolitano, para as pessoas com deficiência os poderem utilizar. Por exemplo, dispõe de veículos e estações de metropolitano cada vez mais acessíveis, bem como de avisos sonoros e equipamento adaptado em toda a sua rede. Espero que muitas outras cidades sigam este exemplo.»

Para a edição de 2022 do prémio Cidade Acessível, a Comissão Europeia recebeu 40 candidaturas. A cidade de Helsínquia, na Finlândia, e a cidade de Barcelona, em Espanha, ficaram no segundo e terceiro lugares.

Por último, Lovaina, na Bélgica, e Palma, em Espanha, receberam uma menção especial. Lovaina foi premiada pela integração da acessibilidade, nomeadamente no domínio digital. Palma ganhou uma menção especial por melhorar o acesso ao ambiente físico, incluindo praias e parques.

Contexto

Cerca de 87 milhões de pessoas na UE são portadoras de deficiência. O Prémio Cidade Acessível, organizado pela Comissão juntamente com o Fórum Europeu das Pessoas com Deficiência, é uma das ações previstas no âmbito da Estratégia da UE para a Deficiência 2021-2030, que pretende criar uma Europa sem obstáculos para as pessoas com deficiência.

O Prémio «Cidade Acessível» foi lançado em 2010 para sensibilizar a opinião pública para o problema das pessoas com deficiência e promover iniciativas destinadas a melhorar a acessibilidade nas cidades europeias com mais de 50 000 habitantes. O prémio visa distinguir as cidades que garantem a igualdade de acesso às pessoas com deficiência na vida quotidiana das cidades. O objetivo da iniciativa é encorajar as cidades a inspirar-se umas nas outras, a inovar e a partilhar boas práticas.

O prémio é atribuído à cidade que tenha melhorado de forma clara as acessibilidades no que respeita aos aspetos fundamentais da vida quotidiana e que disponha de planos concretos para introduzir novas melhorias no futuro.

O Prémio Cidade Acessível é atribuído durante a conferência anual no âmbito do Dia Europeu das Pessoas com Deficiência, na qual participam cerca de 400 pessoas provenientes de toda a Europa.

Para mais informações:

Prémio Cidade Acessível 2019

Dia Europeu das Pessoas com Deficiência 2021

União da Igualdade: Estratégia sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência 2021-2030

Ano Europeu do Transporte Ferroviário

Informação detalhada

Data de publicação
3 dezembro 2021
Autor/Autora
Representação em Portugal